Como desenhista fez sucesso com um gambá

Pogo, o simpático Gambá, que fez sucesso em quadrinhos e tiras de jornais durante 30 anos está de volta, aqui no Cultural Pop

Pogo, o simpático Gambá, que fez sucesso em quadrinhos e tiras de jornais durante 30 anos está de volta, aqui no Cultural Pop

05.11.2020
10793 VISITAS
Post original em: 14.06.2018
Pogo foi um personagem criado pelo artista Walt Kelly, artista que iniciou sua carreira nos estúdios Disney nos anos 30, constribuindo para clássicos como Pinocchio, Fantasia e Dumbo.
Walt X Walt
No início dos anos 40, a Walt Disney parecia não atender aos anseios de Walt Kelly, que além de muito criativo, também era bastante politizado na sua conduta e em alguns de seus desenhos, além do que, ganhava apenas 100 dólares por semana.
Assim, procurou uma outra editora, a Dell Comics, que lhe deu carta branca para criar seu grande sucesso: o gambá Pogo, trazendo uma sátira sócio-política por intermédio das aventuras dos animais engraçados das tiras. Todavia a Dell Comics se tornou mais conhecida por publicar material licenciado, sendo os mais notáveis os personagens de desenhos animados da Walt Disney Productions, Warner Bros., Metro-Goldwyn-Mayer e Walter Lantz Studio além de muitas adaptações e séries derivadas de filmes e programas de televisão tais como Zorro, Tarzan, Howdy Doody, Zé Colméia e outros da Hanna-Barbera. Os escritores/ilustradores Walt Kelly e Carl Barks foram dois dos maiores talentos do ramo, associados à companhia.
"Albert leva o bolo" na revista Animal Comics, da Dell, é a primeira aventura do personagem Pogo, onde seus traços ainda eram bastante animalescos. O desenho evoluíria bastante em pouco tempo, conquistando a simpatia de milhares de fãs. Pogo ganharia fama e longevidade sendo publicado de 1942 a 1973.
A EVOLUÇÃO DA ARTE
Ao longo do tempo, Pogo se transforma
A primeira aparição de Pogo está no estilo Disney, com o gambá Pogo parecendo quase como um rato. Ao longo do tempo, o Pogo se transforma. Ele recebe uma cabeça mais arredondada, olhos maiores e um corpo aerodinâmico. Em 1949, a transformação de Pogo estava quase completa, como vemos em trabalhos posteriores. Kelly removeu as características dos roedores para retratar a natureza gentil e dócil do personagem. Mesmo a cauda de Pogo não tem mais um ponto no final. Em vez disso, a cauda tem uma forma mais arredondada.
Em 1960 Walt Kelly escreveu uma carta a Walt Disney, onde reconhecia o que lá aprendeu:"Apenas para não me esquecer de agradecer a você, eu gostaria que soubesse que a atmosfera que você configurou lá na década de trinta, tinha suas desvantagens, como há em tudo, mas foi uma experiência surpreendente e única e quando eu olho para trás, sei que foi certamente a única educação que recebi e espero fazer jus ao levar algumas de suas esperanças para outras pessoas.

Por: Paulo Franco Rosa (jornalista, editor e roteirista)


Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

Albert leva o Bolo

BREVE A CONTINUAÇÃO...
Envie seu e-mail para ser avisado quando a história for atualizada.


REF.: ANIMAL COMICS. Nova Iorque: Dell Comics, 1942-1948. Bimestral.

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Promethea: A premiada obra de Alan Moore e J.H. Williams III
Promethea: A premiada obra de Alan Moore e J.H. Williams III  
Cinema chegou às tiras de jornais nos anos 20 com enorme sucesso
Cinema chegou às tiras de jornais nos anos 20 com enorme sucesso  
Primeiro romance infantojuvenil de Sabino é clássico da literatura brasileira
Primeiro romance infantojuvenil de Sabino é clássico da literatura brasileira