Power Rangers e o sucesso dos orientais ocidentalizados

Mighty Morphin Power Rangers: Ativar!

Mighty Morphin Power Rangers: Ativar!

14.09.2018
277 VISITAS
Com o relançamento de Power Rangers nos cinemas em 2017, o interesse pelos personagens voltou em todo o mundo. Nos Estados Unidos a editora BOOM! Studios lançou uma série em quadrinhos estrelada pela equipe clássica "Poderosos Rangers Morfadores". A Pixel Media de olhou no filão geek lançou os quadrinhos no Brasil em edição com capa dura (Mighty Morphin Power Rangers Ranger Verde - Ano Um).
Com roteiros de Kyle Higgins, Steve Orlando, Mairghread Scott e artes de Hendry Prasetya, Corin Howell e Daniel Bayliss, o encadernado reúne as 5 primeiras edições da série mensal, destacando Tommy Oliver, o Ranger Verde.
Depois de escapar do controle mental de Rita Repulsa, Tommy Oliver, o Ranger Verde, se junta aos Power Rangers para combater a investida de ataques malignos que assolam a Alameda dos Anjos. Agora, para Tommy, a possibilidade de levar uma vida normal não existe mais, porém junto de sua família recém-descoberta há esperança para um caminho melhor. Para Jason e para o resto dos Rangers, no entanto, esse caminho não será fácil. Ajustar-se a um novo colega de equipe tem seus próprios problemas, o que deixa Trini, Zack, Billy e Kimberly se perguntando como lidar com um novo Ranger, às vezes perigoso e imprevisível. Do autor Kyle Higgins (Asa Noturna , Batman do Futuro 2.0) e do artista Hendry Prasetya (Poderosa) surge um novo e moderno Mighty Morphin Power Rangers. Também apresentando As Contínuas Aventuras de Bulk & Skull, escrito por Steve Orlando (Meia-Noite) e ilustrado por Corin Howell (Bat-Mirim)
5%
off

Oferta Exclusiva Para Compra deste Produto   CLIQUE AQUI E PEÇA ESTE PRESENTE!   ATENDIMENTO VIA WHATSAPP

CLIQUE PARA AMPLIAR OU REDUZIR

Mighty Morphin Power Rangers Ranger Verde - Ano Um Capa Dura

  • R$ 34,90
    Clique abaixo para mais dados do produto...



Power Rangers continua sendo uma franquia multi-milionária, criada pela Saban Entertainment, que havia vendido os direitos em 2001 para a Disney Company (em parceira com outra empresa), mas os recomprou em 2010 e as séries são produzidas agora pela Saban Brands, LCC e pela SCG Power Rangers, LLC.
A franquia conta com diversos heróis para proteger o planeta, sempre adaptando elementos da franquia japonesa Super Sentai, da qual Power Rangers empresta os uniformes, monstros, robôs e, às vezes, elementos das histórias.
O diferencial dos Power Rangers para a franquia japonesa Super Sentai é que eles foram adaptados para a cultura ocidental. O empresário egípcio Haim Saban, um dos homems mais ricos do mundo é o responsável pelo advento da franquia. Na década de 1980 o empresário tentou levar Bioman, uma série Super Sentai para a TV americana, mas não houve interesse por parte dos produtores. Saban argumentou que o mercado americano não aceitaria uma série com elenco japonês, nem a história original e modificou tudo. Daí para frente o sucesso foi garantido.
O sucesso de Power Rangers inspirou a companhia a comprar outros seriados nipônicos e adaptá-los, originando VR Troopers, Masked Rider, Big Bad Beetleborgs e Os Cavaleiros Míticos de Tir Na Nog (esta, utilizando material 100% ocidental), com diferentes níveis de sucesso.

FOTO: Reprodução

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Raphael Galvez o pintor que não se vendia
Raphael Galvez o pintor que não se vendia  
Histórias infantis contadas estão de volta: Coleção Disquinho
Histórias infantis contadas estão de volta: Coleção Disquinho  
Adolf: Como a arte do mangá vê o nazismo
Adolf: Como a arte do mangá vê o nazismo