Estamos meu bem por um triz. Pro dia nascer feliz...

Canção, uma das amostras da força poética de Cazuza, tornou-se um dos hinos da redemocratização do país

Canção, uma das amostras da força poética de Cazuza, tornou-se um dos hinos da redemocratização do país

19.09.2018
347 VISITAS
Da Wikipedia: "Pro Dia Nascer Feliz é uma faixa que faz parte do segundo álbum, Barão Vermelho 2 de 1983, da banda de rock brasileiro Barão Vermelho. Após Ney Matogrosso gravá-la com sucesso, Pro Dia Nascer Feliz se tornou o primeiro hit da banda e um de seus maiores sucessos. Com seu sucesso consolidado durante a apresentação da banda no Rock In Rio de 1985, a canção, uma das amostras da força poética de Cazuza, tornou-se um dos hinos da redemocratização do país, com uma temática voltada à liberdade juvenil, naqueles anos finais da ditadura militar".


Mas o apogeu da música se deu no primeiro Rock in Rio, no ano de 1985. O Brasil passava pela redemocratização, Tancredo Neves acabara de ser eleito e 2 centenas de milhares de jovens cantavam juntos com o Barão Vermelho, na Cidade do Rock: "Todo dia a insônia me convence que o céu. Faz tudo ficar infinito. E que a solidão é pretensão de quem fica. Escondido fazendo fita. Todo dia tem a hora da sessão coruja. Só entende quem namora. Agora "vão bora" Estamos meu bem por um triz. Pro dia nascer feliz. O mundo acordar e a gente dormir, dormir...". E pra finalizar Cazuza levou a galera a loucura, ao mandar o seu recado de cima do palco: "Que o dia nasça feliz para todo mundo amanhã. Em um Brasil novo..."

FOTO: Divulgação

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

A obra prima de Marion Zimmer Bradley
A obra prima de Marion Zimmer Bradley  
Brasileiro também escreve "contos de fadas"
Brasileiro também escreve   
Editora Planeta lança novo livro de ficção de Christian Figueiredo
Editora Planeta lança novo livro de ficção de Christian Figueiredo